Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / SUPERAVIT: um grande passo foi dado rumo à distribuição

SUPERAVIT: um grande passo foi dado rumo à distribuição

Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / SUPERAVIT: um grande passo foi dado rumo à distribuição
por comunicacao publicado 01/11/2019 10h36, última modificação 01/11/2019 10h36

Fundação protocola novo pedido de autorização junto à Previc

 

A distribuição do superávit do Plano BD relativo aos anos de 2009, 2010 e 2011 está cada vez mais próxima. Na última quarta-feira, dia 30/10, a Diretoria Executiva da FACEAL enviou à Secretaria Nacional de Previdência Complementar – PREVIC o pedido de autorização para a distribuição dos valores. Junto com o pedido foi encaminhada toda a documentação exigida pelo órgão federal, que terá 60 dias para fazer a análise e emitir seu parecer. 

Tão logo o pedido da Fundação seja aprovado, os cálculos individuais serão atualizados para, em seguida, promover a distribuição do superávit entre os participantes e patrocinador. O objetivo da FACEAL é distribuir antes da conclusão do processo de transferência do gerenciamento dos planos previdenciários para a EQTPREV.

“Sabemos da ansiedade dos nossos participantes. A Diretoria e o corpo técnico da FACEAL estão envidando todos os esforços no sentido de agilizar o processo de distribuição do superávit aos participantes e beneficiários que a ele têm direito. Trabalhamos com o intuito de iniciar os pagamentos antes de transmitirmos a gestão dos nossos planos previdenciários para a EQTPREV”, reforçou o Presidente Leonardo Ferraz Gominho.

Em agosto deste ano, a Equatorial Energia Alagoas, nova patrocinadora da FACEAL, encaminhou correspondência concordando com a distribuição do superávit, o que permitiu à Fundação dar andamento ao trabalho que vem sendo realizado há anos no sentido de distribuir o tão sonhado superávit.

O Presidente da FACEAL, Leonardo Ferraz Gominho, explicou que, no momento em que ocorreu a privatização da Ceal, a Holding Eletrobras estava analisando o processo, porém não havia qualquer previsão de quando poderia vir a aprovação final. Com a privatização, foi possível agilizar o processo. A atual Patrocinadora solicitou apoio da Equatorial Previdência na análise do processo e esta se manifestou pela regularidade da distribuição, o que permitiu ao Patrocinador dar a sua concordância, e com isso o processo avançou.