Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2018 / Votação não atinge quórum mínimo e uma nova eleição será realizada no próximo dia 31

Votação não atinge quórum mínimo e uma nova eleição será realizada no próximo dia 31

Acessar


Acessar


Acessar


Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2018 / Votação não atinge quórum mínimo e uma nova eleição será realizada no próximo dia 31
por comunicacao publicado 23/10/2018 11h41, última modificação 23/10/2018 11h41

 

Apenas 726 eleitores participaram da votação, eram necessários pelo menos 861 votantes

 

Dos 1.720 participantes aptos a votar nas Eleições Faceal 2018, apenas 726 atenderam ao chamado da Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência (Faceal) e da Comissão Eleitoral, e 994 deixaram de votar, com isso, o quórum mínimo de 50% mais um, que corresponde a 861 votantes, não foi atingido e uma nova eleição será realizada no próximo dia 31 de outubro, das 8h às 18h, também pela internet. Desta vez, o quórum será de 40% mais um, ou seja 689 eleitores.

O presidente da Comissão Eleitoral, Cícero Manoel, falou que o sistema online facilita muito para os participantes poderem votar de casa ou de qualquer lugar por meio do celular ou de computador conectado a internet, porém, ele destacou a falta de interesse da maioria dos eleitores por algumas razões que julgou ser básicas. “Primeiro, estamos no processo de privatização da Eletrobras Distribuição Alagoas e isso tira o foco dos eleitores; outro fato é a chapa única, onde naturalmente as pessoas que não apoiam os candidatos, não têm interesse em votar, o que resultou num baixo índice de participantes que compareceram para votar”, enfatizou.

Cícero Manoel ressaltou a importância do voto e disse que a expectativa para a nova eleição é que um maior número de participantes compareçam na votação. “É importante que todos votem: votem nos candidatos, branco ou nulo, mas votem, a participação de todos é fundamental. Pedimos aos colegas que votem e que incentivem outros a também votarem”, ressaltou o presidente da comissão, lembrando ainda dos custos que a Fundação terá para a realização do novo pelito, os quais, deverão ser divididos entre todos os participantes.

O presidente da Faceal, Ricardo Melo, lamentou o número pequeno de eleitores e disse que sua expectativa é que o quórum mínimo de 40% mais um seja atingido no próximo pleito. “A votação é simples, rápida e a participação de todos os eleitores é fundamental”, lembrou.

Ricardo Melo destacou ainda o importante trabalho da Comissão Eleitoral. “Desde o princípio, a Comissão Eleitoral formada por Adeilson Barros, Cícero Manoel e Givaldo Freitas, conduziu os trabalhos de forma brilhante, para que tivéssemos uma eleição tranquila, sem nenhum contratempo”, pontuou.