Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2018 / Faceal adere ao Código de Autorregulação em governança de investimentos da Abrapp

Faceal adere ao Código de Autorregulação em governança de investimentos da Abrapp

Acessar


Acessar


Acessar


Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2018 / Faceal adere ao Código de Autorregulação em governança de investimentos da Abrapp
por comunicacao publicado 16/08/2018 10h49, última modificação 16/08/2018 10h49

 

No último dia 04 de julho, a Faceal recebeu da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp), do Sindicato Nacional das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Sindapp) e do Instituto de Certificação Institucional dos Profissionais de Seguridade Social (ICSS), o Atestado de Adesão ao Código de Autorregulação em Investimentos dessas entidades.

O Código de Autorregulação em Governança de Investimentos consiste no estabelecimento de princípios e regras que devem ser observados pelas Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC’s) que a ele aderem, e tem como objetivo colaborar com o aperfeiçoamento das práticas de governança de investimentos, mitigar a percepção de riscos existentes e contribuir para o desenvolvimento sustentável da Previdência Complementar Fechada do país, favorecendo, sobretudo, os participantes, beneficiários e patrocinadores.

Os recentes acontecimentos envolvendo gestão de investimentos em algumas EFPC’s desgastaram o sistema. A adesão da Faceal ao Código implica em compromisso de obediência a princípios e regras que vão além do previsto na legislação, o que contribuirá para diminuir os riscos. Assim, a Fundação obriga-se a observar também, os princípios norteadores da gestão de investimentos como a manutenção de elevados padrões éticos e de integridade; a garantia de adequada informação, clara, confiável e oportuna, para permitir a melhor decisão nos assuntos da Fundação; promoção da transparência nos processos de governança de investimentos; busca das melhores práticas de governança, empregando o zelo e o cuidado com o patrimônio administrado; e adoção de práticas que fortaleçam a relação de confiança com os participantes, assistidos, patrocinadores, instituidores, sociedade civil e demais partes interessadas.

As práticas e normativos da Faceal já se alinhavam com os dispositivos do Código, porém, alguns instrumentos foram aperfeiçoados.

Com a adesão ao Código de Autorregulação, o próximo passo será a obtenção do Selo de Autorregulação. “A adesão ao Código é um compromisso que assumimos perante os nossos participantes e a sociedade, de seguir os princípios e obrigações contidos no documento. Já a obtenção do Selo é um processo mais avançado e envolve a verificação efetiva do cumprimento das boas práticas contidas no Código de Autorregulação, sendo uma chancela da prática efetiva dos elementos do Código”, informou Ricardo Melo, presidente da Faceal.