Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2010 / 6° bimestre / Mercado de previdência privada é boa opção para investimento, diz especialista

Mercado de previdência privada é boa opção para investimento, diz especialista

Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2010 / 6° bimestre / Mercado de previdência privada é boa opção para investimento, diz especialista
por kamylla — publicado 23/06/2016 04h21, última modificação 22/12/2010 16h13

Os interessados em contratar um plano de Previdência Privada podem se sentir mais seguros. É o que diz o corretor e coordenador da Comissão de Previdência do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio Grande do Sul, Walter Stank. Ele afirma que o mercado de Previdência Privada está mais consolidado e é uma boa opção para investimento, principalmente a logo prazo.

Stank alerta que para o contratante não ter problemas com o plano, é preciso verificar alguns itens referentes à empresa: tradição e história em Previdência Privada e boa assessoria financeira.

Segundo o especialista, não há idade específica para obter um plano de previdência. No entanto, ele indica que este seja feito com antecedência, no intuito de garantir uma aposentadoria tranquila. Quanto mais tempo contribuir, maior será a reserva futura. Ele observa que é interessante que a pessoa contribua por, pelo menos, 10 anos para obter benefícios fiscais.

Há duas formas de fazer a previdência privada: contratando um PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Geradora de Benefício Livre). O PGBL é mais indicado para pessoas que têm imposto a pagar, fazem a declaração de Imposto de Renda no formulário completo e têm benefício fiscal. Esse plano é mais utilizado para quem vai fazer um investimento a longo prazo. O VGBL é para quem não declara Imposto de Renda e opta pela declaração simples. Esse modelo é indicado para aqueles que pretendem resgatar antes do período de 10 anos.

As empresas que ofertam planos de Previdência Privada são seguras pois recebem monitoramento da Superintendência dos Seguros Privados (Susep) e seguem suas regras.

 

*Com informações do jornal Zero Hora.