Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2010 / 3° bimestre / Unindo forças

Unindo forças

Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / 2010 / 3° bimestre / Unindo forças
por selma.santos publicado 23/06/2016 04h21, última modificação 18/05/2010 13h04
Canal aberto entre a Faceal e seus participantes garante sucesso da primeira reunião ampliada

Uma grande oportunidade para deixar seus participantes mais bem informados. Este foi o resultado da primeira e histórica reunião ampliada promovida pela Faceal no dia 20 de abril, no pátio de sua sede. O encontro, considerado de grande importância para a entidade, contou com significativa presença dos participantes da capital e de várias cidades do interior do Estado como: Arapiraca, Penedo, Delmiro Gouveia, Matriz de Camaragibe, que puderam questionar, discutir e sugerir saídas para os assuntos que foram abordados.
A reunião contou também com a participação dos conselheiros deliberativos Nestor Silva Powell, Edson Silva de Lima, João da Silva Nicândio e Maryland Santos Silva; do conselheiro fiscal, Eduardo Silva e dos diretores João Rodrigues e Marcos Cotrim. Como convidado, esteve presente o assistente da diretoria de gestão da Patrocinadora, Gustavo Lima Novaes.
O início da reunião foi marcado pela prestação de informações relativas ao patrimônio, dívida contratada, reserva a amortizar, superávit, número de participantes ativos e assistidos.

Contratos  Unimed/Uniodonto

Um dos pontos que mais causou inquietação entre a platéia foi o encerramento do contrato do Plano de Saúde Unimed/Uniodonto após mais de 20 anos de existência.
A decisão ocorreu em dezembro de 2009, após a impossibilidade de superar os limites legais que vem ao longo dos últimos anos sendo criados e que regulam os segmentos de saúde e das entidades de previdência complementar.
Na oportunidade, o representante da Patrocinadora, Gustavo Lima, apresentou como a empresa vem tratando a migração para a administradora de benefícios que foi contratada.

Empréstimos

Outro assunto amplamente debatido e esclarecido foi concessão de empréstimos a participantes. O diretor administrativo-financeiro explicou que ”tirar empréstimo na Faceal, quando o participante necessita, ainda é uma das melhores alternativas, pois temos a menor taxa de juros cobrada do Brasil. Mesmo assim, ainda ficamos sujeitos à legislação que regula a concessão de empréstimos e a inflação, em qualquer regra que se aplique.”, esclareceu Rodrigues
O Conselho Deliberativo, observando a legislação, é o órgão que define as regras de empréstimos. No caso da Fundação, o Conselho tem buscado ao máximo desonerar os participantes. Foi assim que, ano passado, subsidiado por análises econômico-financeiras que tem previsto a queda da inflação, entendendo que essa decisão é a melhor para os participantes, deliberou pela aplicação do INPC/IBGE do mês anterior para a correção dos empréstimos. Essa regra modificou a anteriormente praticada que era a variação média dos últimos 12 meses do INPC/IBGE, aplicada nos meses de junho.
Além disso, analisando as proposições da Diretoria Financeira, o Conselho Deliberativo concordou em reduzir o juros para 0,5% a.m. e a taxa de administração para cobrir os custos operacionais e administrativos, que passou a ser cobrada mensalmente no percentual de 0,008% a.m.. Isso significou uma redução de 50% dessa taxa.

No mês de abril deste ano, o prazo de amortização foi ampliado para 84 meses, para atender aos questionamentos dos participantes, que alegaram o crescimento da prestação e consequente sobrecarga financeira, pelo reflexo da inflação de janeiro, cujo percentual foi 0,88%.
De acordo com a diretoria da Faceal, a realização dessa reunião ampliada proporcionou mais dialogo para os entraves apresentados. E só resta agradecer a todos que participaram. Pois conselhos e diretoria são apenas os gestores da Fundação, mas os verdadeiros donos são todos os participantes, sejam eles ativos ou assistidos.